Pages

21.9.08

philos - sophia

Não importa o ponto de vista filosófico em que nos situemos hoje, o caráter errôneo do mundo onde acreditamos viver é a coisa mais firme e segura que nosso olho ainda pode apreender. Para isso, encontramos muitas e muitas razões, que gostariam de nos induzir a conjecturas sobre um enganador princípio na "essência das coisas", desde a Escola de Mileto. Enfim, desde os pré-Socráticos, todos os filósofos da natureza tentaram encontrar respostas às perguntas, as quais mesmo hoje, 2400 anos depois, não conseguimos responder.
Às vezes a filosofia parece nem ser responsável pelo que de fato o foi. Ciências humanas, física, matemática, tecnologia, arquitetura. Tudo surgiu a partir de filósofos, os quais viveram muito antes de Cristo e tinham a capacidade de se admirar com as coisas. É preciso lhes fazer justiça, a eles e também à razão - e os instintos - é preciso acompanhar os instintos, convencendo a razão a ajudá-los com bons motivos. Uma exceção poderia ser Descartes, o pai do racionalismo (e portanto avô da Revolução), que reconheceu autoridade apenas à razão: mas a razão sozinha não passa de instrumentos, e Descartes era superficial.
Seja hedonismo, seja pessimismo, utilitarismo ou eudemonismo: todos esses modos de pensar que medem o valor das coisas conforme o prazer e a dor, são ingenuidades e filosofias de fachada. Filosofia pura é aquela, a qual tenta, em pleno século XXI, sobrepor-se à ciência a qual ela própria deu à luz, para responder ainda às muitas perguntas feitas na Magna Grécia. Todo mundo tem um pouco de filósofo dentro de si, mas na maioria das vezes, ele é obscurecido pela vida cotidiana e supérfula das pessoas. Eu própria, me sinto como uma criança de 8 anos, sem saber o porquê de nada, querendo saber o porquê de tudo. Imagino ter sido esse o sentimento de Sócrates, Spinoza... Nietzsche principalmente. Vai saber, quem souber me salva.
De qualquer forma, a atração do conhecimento seria mínima, se não houvesse tanto pudor a vencer no caminho até ele.

15.9.08

tudo passa

eu quis te conhecer mas tenho que aceitar
caberá ao nosso amor o eterno ou o não dá
pode ser cruel a eternidade
eu ando em frente por sentir vontade


eu quis te convencer mas chega de insistir
caberá ao nosso amor o que há de vir
pode ser a eternidade má
caminho em frente pra sentir saudade